Membros da CPI que investiga casos de abusos a crianças e adolescentes visitam SSP

Delegada Adriana Accorsi visita a Secretaria de Segurança Pública de Goiás

A deputada estadual Adriana Accorsi e os deputados estaduais que integram a Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa, que investigam as denúncias e crimes de abuso sexual contra crianças e adolescentes, fizeram uma visita, na tarde desta terça-feira (4/8), ao secretário da Segurança Pública de Goiás, Joaquim Mesquita.

Representada pelo presidente Carlos Antônio, a vice-presidente Adriana Accorsi, a relatora  Isaura Lemos e o deputado Lincoln Tejota, a comissão apresentou a CPI oficialmente ao secretário e solicitou a Joaquim Mesquita a colaboração nos trabalhos, facilitando a obtenção de informações que vão contribuir nas investigações em andamento.

A deputada Adriana Accorsi agradeceu ao secretário pelo atendimento a todos os pedidos relativos aos casos de abuso sexual da cidade de Cavalcante, na comunidade quilombola, solicitados por ela em reunião com Mesquita. Ela salientou que é preciso que os agentes atuem com rigor e busquem implementar uma estrutura adequada ao atendimento dos casos de violação dos direitos das crianças e adolescentes.

Para Adriana, é necessário avançar nas políticas de atendimento às crianças e às famílias vítimas em Goiás, a partir das informações levantadas pela CPI em parceria com a Secretaria da Segurança Pública, por meio da Polícia Civil e da Polícia Técnico-Científica.

O secretário Joaquim Mesquita ressaltou que a Secretaria da Segurança Pública está empenhada em melhorar os serviços, exemplo disso são os novos concursados da Polícia Técnico-Científica que irão dar celeridade aos trabalhos e laudos periciais. Mesquita  lembrou porém, que o maior problema no que diz respeito aos abusos de crianças e adolescentes é que as denúncias não chegam às autoridades policiais. Adriana interveio, dizendo que é preciso que haja um trabalho de conscientização das pessoas sobre tal problema para que façam denúncias com o intuito de responsabilizar os agressores.

Deputados e secretário saíram da reunião otimistas com os encaminhamentos da reunião.

Deixe seu comentário
Siga-nos e compartilhe:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *