Economia Solidária é tema de audiência pública

Economia Solidária

Com a expectativa de contribuir para as alternativas de geração de trabalho e renda, a deputada estadual delegada Adriana Accorsi promoveu, na tarde desta sexta-feira, 19/6, audiência pública sobre a regulamentação e o fortalecimento da economia solidária no Estado de Goiás. A atividade reuniu aproximadamente 120 pessoas e foi promovida com a participação do Fórum Goiano da Economia Solidária.

Com a participação de vários segmentos da sociedade civil, o evento debateu os seguintes temas:

  • o projeto de ações integradas da Economia Solidária para o desenvolvimento lucal e territorial, visando à superação de extrema pobreza do Estado de Goiás;
  • a Lei estadual nº 17.142, de 10 de setembro de 2010, que institui a Política de Fomento à Economia Solidária no Estado de Goiás;
  • a Lei nº 17.420, de 21 de setembro de 2010, que institui o Selo da Economia Solidária;
  • o Decreto nº 8.196, de 18 de junho de 2004, que dispõe sobre a criação, competência, composição e estruturação do Conselho Estadual da Economia Solidária;
  • a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Economia Solidária da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás. 

Após muitos participantes apontarem falhas no projeto de ações integradas da Economia Solidária, Adriana Accorsi sugeriu a formação de uma comissão para elaborar sugestões de alteração ao projeto do governo de Goiás para a área. Atenta aos discursos dos membros da mesa e dos participantes, a deputada estadual anotou os pontos mais relevantes expressados pelas pessoas para que sejam utilizados em sua atuação legislativa.

Participaram da mesa a representante do Fórum Goiano de Economia Solidária, Iva Resende; o superintendente regional do trabalho e emprego em Goiás, Arquivaldo Bittes, e a representante do Fórum Brasileiro de Economia Solidária, Sebastiana Almire. Também estava presente a prefeita de Ceres.

Deixe seu comentário
Siga-nos e compartilhe:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *